A Tecflux, distribuidora autorizada da Swagelok no Brasil, apresentou na Brasil Off Shore 2017 a máquina de solda orbital. A feira aconteceu em Macaé/RJ, de 20 a 23 de junho. Confira as fotos da nossa participação no evento e saiba mais sobre a máquina de solda orbital, um dos destaques apresentados em nosso estande.

Para projetos que requerem um consistente, seguro e eficiente sistema para soldagem, o sistema de solda orbital da Swagelok oferece precisão e controle combinados com a facilidade de operação da tela touch screen do equipamento.

O sistema de soldagem orbital Swagelok proporciona soldagem do tipo GTAW (gas tungsten arc welds) podendo ser executadas em tubos de instrumentação e tubos de condução. Monitorar e gravar o progresso das soldagens em tempo real, ajuda a agilizar processos de documentação de acordo com as exigências da indústria.

  • Solda orbital confiável e de baixo custo
  • Equipamento leve e portátil
  • Diversos tamanhos de cabeçotes de solda
  • Diversas ferramentas e acessórios

 solda orbital swagelokmontagem solda orbitalSistema de Solda Orbital peq

br offshore mail

Publicado em Últimas Notícias

A arte e a matemática por trás de uma boa dobra de tubos

 Ao adquirir um dobrador de tubos você já viu as instruções que contém no manual que acompanha uma nova ferramenta de dobra de tubos? A maioria das pessoas não lêem. Elas aprendem a usar a ferramenta através de tentativa e erro ou procuram alguém disposto a transmitir a sua experiência. Podemos facilitar esse trabalho com nosso treinamento de dobra de tubos.

Desenvolvemos um vídeo com legendas em português para mostrar o uso básico de um dobrador de tubos Swagelok, mostrando dobras de 90° e 180°. Mas existem muitas outras técnicas e dicas para que uma dobra possa ser executada da forma correta. Um bom layout e execução podem melhorar a estética de um sistema e refletir sobre a qualidade do produto. Técnicos qualificados sabem como planejar e medir adequadamente todas as dobras que irão efetuar para que assim, tenham o mínimo de desperdício de tubos.

A maioria das aulas são com pessoas que têm apenas conhecimento limitado sobre dobra de tubos, mas se conseguimos uma classe com dobradores experientes, ainda podemos mostrar-lhes algumas dicas que talvez não necessariamente conheçam.

O treinamento é projetado para quem trabalha com tubulações, incluindo engenheiros, projetistas, fabricantes, contratados e técnicos que montam sistemas de fluidos.

O EFEITO DO GANHO

 ganho dobra

Na verdade existem vários métodos de dobra de tubos. Temos por exemplo o método mais utilizado que seria o de medir e depois dobrar e também o método em que envolve um pouco de matemática, para poder calcular com precisão qual o ponto em que as dobras devem ser feitas. Esses cálculos são importantes, pois quando se dobra um tubo, existe o fator do ganho de material, ou seja, se você precisa efetuar dobras para conectar um trecho com cerca de 300mm, você pode usar um trecho de tubo com comprimento menor, pois o ganho vai fazer com que seja atingida esta medida. Caso você use um trecho de 300mm, provavelmente ao final das dobras, irá sobrar material e ele deverá ser descartado, gerando desperdício.

PRATICANDO É QUE APRENDEMOS

Nosso treinamento além de fornecer na parte teórica, diversas dicas e técnicas para se efetuar da melhor maneira as dobras, temos também uma parte prática muito interessante onde o aluno pode testar todos os seus conhecimentos tendo que montar um sistema com diversas interferências e sem “matar” os tubos que receberá para fazer estas dobras.

 Usando dobrador de tubos

treinamento dobra tubos com dobrador manual

Ficou interessado em conhecer mais sobre dobra de tubos? Entre em contato conosco e participe de um de nossos treinamentos.

Veja as datas e escopo do nosso treinamento nesses links em nosso site. 

TREINAMENTO DE DOBRA DE TUBOS PARA INSTRUMENTAÇÃO

Saiba como fazer dobras corretas sem desperdiçar material. Acesse e conheça este  treinamento de dobra de tubos para instumentação e aperfeiçoe a sua técnica.

Publicado em Últimas Notícias

Um sistema de amostragem é composto por diversos componentes e seu correto dimensionamento é crucial para que a análise da amostra seja ela gasosa ou líquida, esteja sendo analisada de forma adequada. Para entendermos melhor isso, é importante citar três fatores que definem como uma amostra deve ser :

  • Representativa – Mantém a pureza da amostra
  • Em tempo – Proporciona tempo de resposta rápido
  • Compatível – A amostra deve ser segura para o analisador

Para que a análise da amostra seja confiável, é importante ela ter essas três características, caso contrário, os resultados não serão compatíveis e isso pode acarretar em diversos problemas e prejuízos.

Pensando em todos esses fatores, a Swagelok desenvolveu uma série de produtos e soluções para proporcionar um condicionamento da amostra para que atenda os três requisitos básicos de um Sistema de Amostragem e é sobre eles que vamos falar.

  • SONDA DE AMOSTRAGEM – PROBE

O início da retirada da amostra de uma linha de processo se faz através da Probe que é um trecho de tubo com diâmetros e comprimentos que devem ser calculados de acordo com cada processo e que são fixados através de flanges, conexões roscadas e ainda podem ser montadas com válvulas de simples e duplo bloqueio. A função da sonda de amostragem é fazer a coleta no meio da tubulação por onde passa a amostra, fazendo uma filtragem e conduzindo uma porção ideal do fluido a ser analisado. Para dimensionar corretamente uma sonda de amostragem é necessário levar em conta o diâmetro da tubulação do processo, velocidade da amostra, pressão e realizar o cálculo de ressonância que o fluído pode gerar na sonda. Para todos esses cálculos, nossa equipe de engenheiros pode lhe ajudar.

  • FIELD STATION – REDUÇÃO DE PRESSÃO

Logo após a coleta de uma amostra gasosa do processo, o Field Station é responsável para reduzir a pressão do gás antes que o fluido chegue ao analisador. Transportar o gás com uma pressão reduzida, oferece três grandes benefícios:

  • Melhora o tempo de resposta para o analisador
  • Diminui a condensação
  • Deixa o ambiente mais seguro

 

  • FAST LOOP

O módulo Fast Loop é indicado para aumentar a vazão em linhas mais longas, reduzindo o tempo de resposta (delay) para o analisador. Composto por um filtro de bypass especialmente projetado para este tipo de sistema, ele reduz a quantidade de amostra que é enviada para o flare ou descarte e ainda ajuda a o módulo a trabalhar com vazões mais altas. Com diversos tipos de configurações, se torna uma solução extremamente versátil para aumentar a velocidade em seu sistema de amostragem.

  • CSM - MÓDULO DE CALIBRAÇÃO E SELEÇÃO

Este módulo tem a função de proteger o analisador, fazendo com que a amostra atenda os requisitos do instrumento que na maioria dos casos, são extremamente sensíveis e caros. Qualquer problema com particulado, vazão e pressão na amostra, podem danificar o analisador. Ele é composto por componentes modulares que reduzem o tamanho do sistema e além de ajudar nas variáveis já citadas, possui a opção de receber várias amostras diferentes e fazer a seleção de qual delas deve ir para o analisador, através de válvulas acionadas pneumaticamente.

Com todos estes componentes, é possível fazer com que a amostra do seu processo não seja alterada/modificada (Representativa), que chegue no tempo desejado e que não danifique o analisador (Em tempo e Compatível).

Para maiores informações sobre nossas Soluções para Sistemas de Amostragem, acesse nosso catálogo aqui ou entre em contato conosco.

Publicado em Últimas Notícias

Este clipe de 3 minutos mostra como aplicar corretamente a fita PTFE - um vedante de rosca usado em roscas cônicas macho como a NPT por exemplo. No nosso Treinamento de montagem conexões para tubos Swagelok, os nossos instrutores certificados pela Swagelok mostram como aplicar corretamente o vedante de rosca PTFE e outros vedantes e lubrificantes. Os participantes também aprendem sobre acessórios de tubulação, manuseio de tubulação, como instalar corretamente uma conexão Swagelok e muito mais.

Roscas cônicas (NPT) são uma das conexões mais comuns encontrados na indústria. Elas são relativamente simples de montar, no entanto, elas sempre precisam de um vedante, uma vez que possuem lacunas entre os fios de roscas entre a conexão macho e a fêmea.

Preenchendo as lacunas

Existem muitos selantes diferentes disponíveis no mercado. Um dos mais populares é a fita de PTFE. As letras representam o politetrafluoroetileno. É um filme fino que preenche as lacunas entre as raízes e as cristas de roscas de tubos cônicos. A fita de PTFE lubrifica as roscas, o que lhes permite ser mais facilmente rosqueados juntos, ao ponto de deformação, que é o que cria o selo.

A fita Swagelok PTFE fornece vedação confiável em roscas metálicas em aplicações de até 230 graus Celsius. O grande diferencial é que ela é uma fita de alta densidade comparada com as outras existentes, fazendo com que a vedação e lubrificação sejam mais confiáveis. Está em conformidade com a Descrição do Item Comercial A-A-58092.

Ferramentas necessárias

Para aplicar corretamente a fita PTFE, você precisará de um par de ferramentas além claro do rolo de fita:

  • Uma chave de boca
  • Uma escova ou pincel secos e de cerdas macias
  • Uma morsa ou chave de apoio para o encaixe da conexão fêmea

Certifique-se de que o PTFE é adequado para o trabalho. Deve ser usado somente em roscas cônica macho. Não o utilize em roscas paralelas (BSP) ou em extremidades como JIC, cone e rosca e adaptadores para tubos.

  • Primeiro, use a escova ou pincel de cerdas macias para limpar completamente as roscas macho e fêmea para remover todos os particulados ou outras impurezas que foram previamente aplicados. Use uma fita de 1/4 polegada de largura em roscas de tamanho de 1/8 de polegada, 1/4 de polegada e 3/8 de polegada. Use a fita com largura de 1/2 polegada em roscas de tamanho de 1/2 polegada e maiores.
  • Enrole a fita na direção da espiral da rosca macho começando pelo primeiro filete . A fita nunca deve estender-se para além ou sobre o primeiro fio. Se a fita ficar saliente, a mesma pode rasgar e entrar no sistema de fluido.
  • Mantendo a borda da fita paralela à face da conexão, dê duas a três voltas de fita. O número de rotações depende da espessura da fita PTFE que você está usando. A fita PTFE da Swagelok é mais espessa do que as do mercado de modo que duas a três voltas é suficiente. Se você estiver usando fita mais fina, você precisará dar mais voltas.
  • Quando você tiver aplicado fita suficiente, corte o excesso. Se a fita não ficar plana, pressione firmemente a fita nas roscas. Agora basta apertar a conexão de extremidade macho na conexão de extremidade fêmea correspondente manualmente até onde conseguir. Em seguida, com uma chave, aperte a conexão de extremidade macho até que fique apertada.
  • Uma vez que a conexão esteja apertada, não a afrouxe. Fazer isso poderia significar vazamento pelos fios de roscas.

Caso tenham interesse em conhecer a nossa fita PTFE assim como toda a linha de selantes e vedantes para rosca da Swagelok, entre em contato conosco e solicite uma visita de um consultor. Teremos o maior prazer em atender.

Linha de Selantes e Vedantes de Roscas

 

Selante de Rosca Anaeróbico SWAK

 SWAK

 

Fita PTFE

fita ptfe 

 

Selante de Rosca sem PTFE

PTFE FREE

 

Lubrificante para Roscas

 MS TL PGC

 Solicite orçamento através de nosso carrinho de compras:

http://swagelok.com.br/produtos/detectores-de-vazamento

 

Publicado em Últimas Notícias

Nossos clientes prezam pela Segurança, Confiança e Inovação geradas através da qualidade de nossos produtos e serviços. Sistemas de alta pressão demandam produtos de qualidade.

Não se pode trabalhar com equipamentos que possam causar falhas ou vazamentos. Por isso a White Martins e a Swagelok mantém uma parceria de tantos anos com a ajuda das pessoas da Swagelok, produtos, treinamento e Soluções Integradas.

Veja mais neste vídeo sobre a longa relação colaborativa entre a Praxair e Swagelok e a qualidade e confiança que sustentam o longo histórico da White Martins de segurança e qualidade.

  

Veja este e outros vídeos legendados em nosso canal no Youtube

 

 

 

Publicado em Últimas Notícias